A Caminho da Luz

Iemanjá

Homenagem a Iemanjá

 

Era o fim de uma tarde de verão. O céu estava claro e o Sol enviava seus últimos raios, banhando as águas límpidas e mornas; na areia, agora coberta de sombras, encontrava-se o repouso convidativo; no ar sentia-se o aroma da natureza. Na praia semideserta, um homem vestido de branco, descalço, caminhava a passos lentos, porém firmes. Notava-se a seriedade que o envolvia, o olhar fixo nas águas do mar, como se algo estivesse buscando.

De repente parou e retirou do pescoço uma guia, na qual as cores azul e branca se alternavam; fazendo uma ligeira reverência caminhou para o mar, com a água lhe chegando até a cintura.

Olhando para o céu, já agora não tão claro quanto antes, permanecia imóvel, dando a perceber que seus pensamentos estavam voltados para o astral; curvou-se lentamente e deixou que a guia fosse envolvida pela espuma branca.

Nesse momento sentiu um tremor, todo seu corpo vibrou como se um raio o tivesse atingido.

As águas tornaram-se revoltas, cânticos dos mais suaves começaram a ser entoados, odores agradabilíssimos inundaram o ambiente; e eis que surge sobre as ondas uma figura onipotente:

Iemanjá, Rainha do Mar!

A emoção tomou conta do filho; suas preces haviam sido atendidas e, por mais que quisesse dizer alguma coisa, não conseguiu falar. Apenas, com muita dificuldade, entre os lábios trêmulos murmurou: – ‘Minha mãe!’

Momentos depois, quando voltou a si, encontrava-se deitado na areia com a guia em torno do pescoço.
Levantando-se, pôs-se a caminhar e, no silêncio daquela praia, tinha um só pensamento:

‘Eu vi a Rainha do Mar! Eu vi Mamãe Iemanjá!’”..

— Babalorixá Paulo Newton de Almeida

 

Hábitat
Calunga Grande

Sincretismo
Nossa Senhora da Glória

Vibração
Inspirações

Assuntos Relacionados
Problemas Familiares

Atuação
Calma

Parte do Corpo
Psiquismo e Sistema Nervoso

Data Comemorativa
15 de Agosto

Dia da Semana
Sextas-feiras

Fase da Lua
Segundo dia da Lua Crescente

Essências
Jasmim, Nardo

Horários mais Favoráveis
das 4:00 às 6:00 – Saúde, Energia e Calma das 16:00 às 18:00 – Inspiração Poética e Romântica

Cores
Branco e Azul-claro

Pedras
Água-marinha, Lápis-lazúli (Azul e amarela)

Metal
Platina

Flores
Rosas Brancas, Palmas, Angélicas, Orquídeas, Crisântemos Brancos

Banhos de descarrego
Rosa Branca, Flor de Laranjeira, Angélica, Orquídeas

Libação
Champagne, Suco de uvas moscatel, Leite de Coco, Suco de Caju

Imantação
Manjar branco preparado com leite de coco, melão d’agua, sagu com leite de coco, tapioca, melão espanhol, pomelo, aveia seca, uvas brancas

Guias
Para os filhos de Iemanjá 115 Contas (Alternando 1 branca e 1 Azul) Para os filhos de outro Orixá 120 Contas (Alternando 3 Brancas e 3 Azuis)